Movimento de Cidadãos Independentes António Parada SIM!

Matosinhos é uma autarquia de relevância nacional.

No nosso compromisso, assumimos definitivamente a nossa identidade de Terra de Horizonte e Mar, mas também Terra de investimento e progresso.

A nossa cultura, o nosso valor, aliados ao humanismo, são promotores do desenvolvimento do Concelho e da qualidade de vida dos matosinhenses.

Compromissos

  1. Implementar políticas concretas no âmbito da ação social, visando o combate à pobreza, às desigualdades e às injustiças.
  2. Defender os direitos sociais de TODOS os Cidadãos, privilegiando a habitação social, os cuidados de saúde, a educação e o emprego.
  3. Desenvolver políticas de apoio social às famílias.
  4. Elaborar o programa Matosinhos, Saber + na vertente de apoio escolar para o pré-escolar e o 1º ciclo: Proteção e acolhimento das crianças entre as 7:30 e as 9:00, e entre as 17:30 e 19:30, com atividades lúdicas, desportivas e culturais.
  5. Reforçar o quadro de assistentes operacionais de forma a garantir o bem-estar e a segurança nas escolas.
  6. Reabilitar as escolas não intervencionadas.
  7. Elaborar planos de manutenção preventiva do equipamento escolar.
  8. Criar uma Rede Municipal de creches e pré-escolar, a par com as IPSS, que abranja todo o Concelho e todas as crianças.
  9. Respeitar a autonomia das escolas e a identidade do Agrupamento de escolas e/ou escolas não agrupadas.
  10. Valorizar a diferenciação dos projetos educativos, as características dos alunos e dos contextos sociais locais, visando a promoção do sucesso escolar.
  11. Promover a criação, no concelho de Matosinhos, de unidades de internamento integradas na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).
  12. Reforçar, a par com as IPSS, os cuidados de apoio ao domicilio.
  13. Criar um fundo de emergência social que dê resposta aos problemas urgentes e que não a encontrem nas instituições existentes.
  14. Combater a solidão dos seniores, promovendo a integração social através de iniciativas que potenciem as suas potencialidades.
  15. Isentar da taxa de utilização das piscinas e complexos desportivos camarários todas as instituições que apoiem pessoas com deficiência.
  16. Promover projetos de saúde com vista a capacitação da população em literacia na saúde.
  17. Fomentar e incentivar o voluntariado.
  18. Implementar uma plataforma de ajudas técnicas a pessoas em convalescença, com o apoio das IPSS.
  19. Exigir a reabertura da Urgência de Pediatria e do serviço de neurocirurgia no Hospital Pedro Hispano.
  20. Promover um programa municipal de saúde oral.
  21. Apostar na melhoria das acessibilidades às diferentes áreas do concelho, agindo junto da Metro do Porto para alargamento da rede da Metro até Leça da Palmeira e São Mamede de Infesta.
  22. Reforçar e requalificar a rede de transportes.
  23. Exigir a construção do acesso da A28 ao Hospital Pedro Hispano e à Petrogal.
  24. Reduzir a fiscalidade para as empresas que se instalem no Concelho e aqui criem emprego sustentável.
  25. Promover o pensamento estratégico da instalação de Empresas em Matosinhos, criando ou facilitando ZER (Zonas Empresariais Responsáveis).
  26. Constituir uma Agência Municipal para o Investimento, de modo a atrair projetos de qualidade e inovação, e de dimensão estratégica em Matosinhos.
  27. Reduzir o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para todos os residentes no concelho de Matosinhos.
  28. Criar um gabinete de apoio à legalização das habitações clandestinas-Áreas Urbanas de Génese Ilegal (AUGI)
  29. Criar um Gabinete Municipal de apoio ao Investimento em Matosinhos – Business4Us privilegiando o desenvolvimento local. Trata-se de um conjunto de incentivos à implantação de empresas no concelho.
  30. Criar plataformas logísticas com espaços diferenciados.
  31. Reabilitar a zona urbana com espaços públicos potenciadores da inclusão.
  32. Revitalizar zonas do concelho que se encontram ao abandono, nomeadamente a Rua Brito Capelo e áreas adjacentes, através de um programa de requalificação e atração de espaços promotores de desenvolvimento;
  33. Abrir a Loja do Cidadão;
  34. Intervencionar as habitações sociais.
  35. Requalificar o monte de S. Brás (RAF Parque).
  36. Promover e potenciar o comércio tradicional.
  37. Construir e assegurar a manutenção dos espaços de lazer para crianças e idosos nas diferentes freguesias.
  38. Manter o Concelho limpo através de uma eficaz e atempada recolha de lixo doméstico, e da limpeza e desinfeção das ruas.
  39. Instalar ecopontos subterrâneos em todo o concelho.
  40. Instalar iluminação LED nas áreas com défice de luminosidade, nomeadamente nas marginais e em zonas comerciais.
  41. Criar condições de salubridade (Casas de banho públicas de apoio às praias);
  42. Substituir gradualmente a iluminação pública por iluminação LED.
  43. Proteger os direitos dos animais – criar uma rede de parques caninos municipais.
  44. Promover a Cultura local a nível nacional e internacional, através da promoção de eventos potenciados por talentos de cidadãos matosinhenses – Plataforma Municipal de Talentos.
  45. Realizar semanas culturais por áreas temáticas – semana do folclore, do teatro, da dança, das bandas filarmónicas, da música jazz, etc.
  46. Promover a degustação gastronómica – semana da alimentação – tasquinhas.
  47. Elaborar um roteiro turístico abrangendo os ícones históricos dispersos por todo o concelho.
  48. Promoção do turismo tirando partido do Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, articulando programas atrativos e aglutinadores com as cidades envolventes.
  49. Criar pólos de atração turística: Museu do Mar e Museu Vivo da Conserva.
  50. Construir os passadiços no rio Leça.
  51. Criar uma escola de hotelaria.
  52. Salvaguardar os direitos dos jovens ao acesso ao desporto, às zonas de práticas desportivas diversificadas, nomeadamente em campos de futebol, skateparks, ringues e zonas com equipamentos de manutenção.
  53. Contemplar políticas de lazer, de qualificações profissionais e de emprego para os jovens.
  54. Criar e dinamizar o Conselho Municipal de Juventude.
  55. Promover a construção de uma SurfHouse em Matosinhos, espaço inovador atractor e aglutinador da atividade do Surf nas praias de Matosinhos.
  56. Apostar nas associações recreativas e culturais como pólos de difusão de cultura e de acolhimento de cidadãos, proporcionando-lhes condições logísticas para as suas práticas.
  57. Reforçar a segurança dos Matosinhenses – através de incentivos individuais às corporações de bombeiros e uma proximidade com a Policia Municipal.
  58. Assegurar uma eficiente articulação com a protecção civil para identificação de potenciais riscos com vista à criação de um plano de segurança e prevenção.
  59. Dar resposta, através de uma articulação com as Corporações de Bombeiros do Concelho, ao défice de cobertura de socorro, de acordo com os parâmetros mais elevados em vigor.
  60. Criar um sistema de apoio social e municipal aos Bombeiros e suas famílias, assegurando assistência na doença.